DEIXAR DE FUMAR COM HIPNOSE

Deixar de fumar é uma questão de compromisso consigo próprio, pela sua saúde, pelo seu bem estar. Desta forma, a primeira questão que lhe colocarei antes de começarmos o tratamento de deixar de fumar sob hipnose é se está realmente motivado e determinado a deixar o tabaco.

Esta terapia está orientada especialmente para a diminuição do grau de ansiedade e tolerância à abstinência e, vai fortalecer a parte da pessoa que quer largar os cigarros. De tal forma que, quando sair da sessão vai sentir-se ainda mais seguro da decisão que tomou. Vai sentir fortalecido o seu lado que valoriza a saúde, o bem estar, a liberdade e a nova atitude de ser um não fumador.

Durante o estado de transe a pessoa está muito recetiva às sugestões do terapeuta. No caso da terapia de deixar de fumar estas sugestões são diretas à nossa mente inconsciente para que pare de fumar. Para tal, é necessário que se permita, e acredite, em estar em transe e ser sugestionado pelo terapeuta num processo que se quer que esteja atento ao trabalho, mas, relaxado profundamente para aceder ao seu mais profundo ser, onde serão transformados os triggers do ato de fumar. As sugestões são adequadas a cada pessoa, mas são orientadas sempre para que sinta os benefícios de ser um não fumador e, não compensar a falta de tabaco com outros comportamentos (exemplo: comida).

Para prolongar e controlar esta sua nova condição é-lhe ensinada a auto-hipnose (como em qualquer sessão de Hipnoterapia) para que, em qualquer lugar e sempre que seja a sua necessidade, volte a sentir os benefícios do relaxamento associados às suas intenções positivas.

A sessão tem duração de cerca de 2h, mas previstas mais outras duas de 1h caso seja necessário um reforço! Após a confirmação do seu desejo de mudar, basta marcar uma data.

Preço: 250,00€ (inclui sessão inicial no valor de 50€ e eventual sessão de apoio, esta última totalmente gratuita.)

"Fumadores que participaram numa sessão de hipnoterapia apresentam melhores resultados como não fumadores durante 6 meses, comparados com os que usaram apenas substitutos de nicotina" Estudo apresentado na CHEST 2007  (73rd annual international scientific assembly of the American College of Chest Physicians ACCP)